segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Esquece o título...


Sim, eu confesso, estou num período dramático e depressivo, carregado de irritabilidade e sem paciência para nada nem para ninguém. Tento ocupar a minha cabeça com tudo o que surge, mas não consigo evitar deixar de sentir tudo o que sinto. Este vulcão que cresceu comigo, está novamente cheio e preparado para explodir, mas eu não quero, ou pelo menos não vou deixar que ele expluda.


Já não sei as palavras certas a usar, as atitudes correctas a tomar, as direcções que devo seguir… Mais uma onda, e aqui estou novamente à deriva. Eu sei que a vida não é fácil, eu sei que as coisas um dia se vão resolver, eu sei que devo acreditar no factor surpresa e que tudo vai correr bem. Esse discurso de esperança já eu conheço de trás para a frente, (talvez por também o ter escrito), mas não entendem que neste momento é impossível acreditar na fé? Ouvir uma palavra de um Deus que nem sequer acredito que exista? Não sou hipócrita ao ponto de ser religioso.


Sinto raiva, e sinto tudo. Sinto nojo e falta de auto-estima. Estou confuso e no entanto não quero respostas. Queria atitudes, queria acções, queria as coisas não tão pegajosas para variar. Queria soluções! Mas como nada do que quero neste momento aparece, vou continuar aqui a gritar comigo próprio e a tentar lutar da melhor forma que sei. E sim, chamem-me de Drama Queen, de incoerente, do que seja, só não me chamem de cobarde. Ainda aqui estou, certo?

2 comentários:

pipo disse...

adoro os textos, mostra tudo que sentes.
estou para o que precisares.
Bjkas grandes

Peter_Pan disse...

My dear angel,

ambos sabemos que estamos a passar um momento de crises existencias, mas tambem sabemos que é só uma maré chata que teima em dar à costa, contudo mais tarde ou mais cedo, essa maré irá bater com mais força e depois leva tudo e acabou... e ai sim vai começar a vir as coisas boas... Fé! Também já nao sei o que essa aplavra significa e neste momento digo que tenho fé apenas numa pessoa: em ti! Portanto tenho fé que és forte e vais-te aguentar firme, não, não és cobarde és sim um mágico que crias as tuas próprias ilusões, só que neste momento a varinha está avariada mas ela irá voltar com mais e mais poder... acredita amigo, estou aki bjaooooooooooooooooooooo